quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Portal



Descrição: “Portal“, que está incluso no pacote “The Orange Box“, entra para esse seleto grupo e oferece uma mecânica totalmente inédita, baseada na realização de quebra-cabeças que desafiam a lógica e o raciocínio. Na verdade, ele é remanescente do gratuito “Narbacular Drop”, de 2005, que já trazia a idéia do uso de portais de teletransporte para a resolução de quebra-cabeças. O título serviu de inspiração para a desenvolvedora Valve, que inclusive contratou seus responsáveis para o desenvolvimento de “Portal”.

Pensando com portais

O jogo é dividido em fases com dificuldade progressiva, sendo que cada uma delas oferece desafios de lógica e, algumas vezes, de habilidade. O jogador encarna na pele da jovem Chell, que acorda em uma câmara dos laboratórios Aperture sem saber de seu passado ou mesmo o que faz ali. Apesar de mínimo, o enredo existe (faz parte do extenso universo de “Half-Life”), mas se resume apenas às pistas encontradas em locais secretos do complexo de laboratórios e informações transmitidas pelo robô onipresente GLaDOS, dotado de uma voz eletrônica incrivelmente enigmática, além de um senso de humor que permeia entre o irônico e o bizarro.

Todos os desafios requerem o uso do Portal Gun, um dispositivo portátil para a criação de portais. Com ele é possível criar portas de entrada e saída em determinadas superfícies lisas, seja teto, parede ou chão. Um buraco aparentemente instransponível, por exemplo, poder ser ultrapassado facilmente com a arma, bastando a criação de uma entrada antes dele e uma saída do outro lado. Obviamente os quebra-cabeças vão muito além disto, envolvendo plataformas móveis, botões que abrem passagens, cubos necessários para a superação de obstáculos (como o insólito Cubo Companheiro), campos magnéticos e até mesmo canhões.

Os portais também preservam a inércia com a qual você os atravessa. Se criar um portal no chão, de cima de uma plataforma elevada, por exemplo, e pular para dentro dele, você será arremessado na mesma velocidade em sua saída – o que é necessário na resolução de muitos quebra-cabeças. Tais desafios exigem bastante habilidade com os controles e a capacidade de pensar rapidamente. Aos jogadores que sentem tontura facilmente com jogos em primeira pessoa, um aviso: “Portal” é uma das experiências mais vertiginosas de todos os tempos.

Novos elementos são adicionados a cada “puzzle“, fazendo com que toda a complexidade da mecânica seja explorada ao máximo. O jogador terá que pensar quase que matematicamente para solucionar os enigmas das fases mais avançadas, que duram meia hora ou mais, dependendo do seu pensamento lógico.

O melhor de tudo é que, apesar da complexidade, “Portal” é muito intuitivo. Isto é, não se perde horas sem saber o que fazer. Cada quebra-cabeça traz uma série de indicações e ícones que ajudam o jogador a entendê-lo. Basta um pouco de raciocínio e algumas tentativas para que a solução apareça. E não há nada mais gratificante do que a sensação de chegar ao final da fase, tendo resolvido um complexo enigma por conta própria.

Requisitos Minimos:
# Sistemas: Windows XP ou Windows Vista
# Processador: 1.7 GHz
# Memória RAM: 1 GB
# HD: 2 GB
# Placa de Vídeo: 128 MB
# DirectX: 8.0


Nenhum comentário:

Postar um comentário